"A 8ª pior do mundo e a 3ª do Brasil. Essa é a posição do Recife

no ranking das cidades que têm o pior trânsito"

"Belo Monte, o desastre em Mariana e o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro

colocam o Brasil no mapa dos piores conflitos ambientais do planeta"

"Cerca de 1/3 dos vegetais que o brasileiro mais consome apresentaram

resíduos de agrotóxicos acima dos níveis aceitáveis"

"Brasil é julgado pela Corte Interamericana por violar direito de índios em Pernambuco"

 

------

 

A leitura dessas manchetes poderia estar na abertura de um filme de terror. Mas não, são “apenas” notícias reais sobre o cenário ambiental em Recife e no Brasil.

Já se foi o tempo em que discutir sobre a problemática ambiental era uma pauta secundária, coisa para os “ecochatos” e independente de desafios urgentes como a erradicação da pobreza, redução da desigualdade social, superação da crise política, combate ao racismo, homofobia e feminicídio, entre tantas outras lutas relevantes.

Nós, produtores/as e colaboradores/as da Mostra Ambiental do Recife (MARÉ) concebemos que as questões relacionadas ao meio ambiente não são alheias às bases econômicas e políticas da sociedade. A atual crise socioambiental é consequência desse modelo de desenvolvimento hegemônico que prioriza o lucro, pautando-se no consumismo, concentração de renda e exclusão social. Fica evidente que, para a superação dessa crise, não bastam ações pontuais baseadas no indivíduo, cada um mudando seu comportamento e fazendo sua parte para construir um futuro melhor. É fundamental questionar as contradições do capitalismo e, na coletividade, buscarmos a mudança não só das relações entre o ser humano e a natureza, mas principalmente entre os próprios seres humanos.

E uma mostra ambiental pode sim contribuir nesse processo de mudança socioambiental. Acreditamos que um festival de cinema cumpre um papel para além da exibição de filmes e entretenimento da população. Ele pode (e deve) sensibilizar, incomodar e transformar os espectadores em cidadãos inconformados com sua realidade e estimulados a se organizar para mudá-la.

Portanto, venha participar dessa III Mostra Ambiental do Recife e se permita a ser mais que um espectador. Vamos assistir, debater e nos mobilizar. Vamos fazer crescer essa MARÉ! #DiretasJá

MANIFESTO

MARÉ 3ª EDIÇÃO